sábado, 13 de março de 2010

2º FESTIVAL NACIONAL DA JUVENTUDE RURAL



Durante o 10º Congresso da CONTAG (Brasília - 2009), os/as trabalhadores e trabalhadoras que compõem o MSTTR (Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais) reafirmaram a importância da realização dos Festivais Nacionais da Juventude Rural, a cada 3 anos. Mas, não podemos esquecer que desde 2005, o 9º Congresso Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, já havia deliberado pela realização do Festival Nacional. Isso, é resultado da organização da juventude rural e da relevância do debate juvenil para o sistema CONTAG.

Dessa forma, as experiências dos Festivais da Juventude Rural têm crescido em todos os quatro cantos do nosso imenso Brasil, seja nos níveis municipais, regionais, estaduais ou nacional. Os Festivais vêm assumindo diferentes cores, sotaques, debates e trocas, e dessa maneira, em todos eles, estão estampadas as bandeiras da juventude rural, por melhores condições de vida, para permanecer no campo. Por meio desses eventos, construímos propostas para dentro e fora do MSTTR, reforçando o princípio de que a organização da juventude rural fortalece o movimento sindical, e o mantém, vivo, renovado e de luta.

Estamos muito próximos da realização desta grande ação nacional dos/as jovens do campo: O II Festival Nacional da Juventude Rural, que acontecerá no período de 07 a 10 de junho de 2010, em Brasília, com o tema Sucessão Rural com Terra e Políticas Públicas, Meio Ambiente Sustentável, Trabalho e Renda. Para que esta ação tenha a força e a representatividade da juventude rural, precisamos organizar a juventude da base, na intenção de ampliar e descentralizar o debate político.

Queremos permanecer valorizando, neste II Festival Nacional da Juventude Rural, o seu caráter formativo, negociador, cultural e esportivo, entendendo que essas diferentes linguagens nos ajudam a reconhecer e afirmar nossa identidade enquanto jovens do campo. Dessa forma, é fundamental que sejam garantidos, além dos espaços de debate político e de negociação, os momentos de valorização das produções culturais juvenis e de vivências esportivas. Por isso, é preciso animar e envolver os grupos culturais das comunidades rurais, para que festejemos as nossas tradições e linguagens, bem como, a juventude que se identifica com as atividades esportivas do campo, para que possamos reforçar os sentimentos de cooperação e sociabilidade.

Contamos com as nossas Federações e Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, para mobilizar a juventude e promover este espaço político. Contamos especialmente com você, jovem, para que possamos fazer deste Festival, mais um marco da organização e luta da juventude rural!

Bom trabalho para todos/as!!!

Ângela Silva 
Secretária de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais – em exercício

Leias Mais...
Acompanhe novas informações sobre juventudes, cultura e participação entre outras coisitas mais...

Um comentário:

  1. jéssica raiane pereira da silva27 de agosto de 2010 06:46

    oi meu nome é jéssica raiane e participei do festival
    foi otimo,reivindicamos nossos direitos,fomos bem tratados,as palestras foi super dinamicas
    alem de conhecer pessoas de outros estados brasileiros.
    somos brasileiros e as vezes não conhecemos nossos proprios irmãos de nascionalidade.
    eu recomendo e espero participar de outrous encontros.

    ResponderExcluir